Focado, Eudres Ernesto treina firme para sua primeira meia

Analista de Infaestrutura, Eudres Ernesto dos Santos, 46 anos, treina com a Inthegra desde 2015. Depois de uma breve parada, voltou em 2018, encaixou os treinos e está se preparando para sua primeira meia, ainda este ano. Seguindo com disciplina a planilha do treinador Joel Glicério, Eudres vem evoluindo dia a dia. Fizemos um jogo rápido com ele. Confira!

Como começou sua história com a corrida?

Minha esposa, Flávia Lima, passou a correr no processo de emagrecimento e para não deixá-la sozinha, eu passei a acompanhar. O início foi bem difícil.

Como foi sua evolução até aqui?

Só conseguia correr 3,5km no início e era difícil acompanhar minha esposa. Meu melhor tempo foi no Revezamento Pão de Açúcar em 2016.

Como foi o seu ano de 2019 e o que planeja para 2020?

Voltei a treinar melhor após o problema da coluna que me fez parar por seis meses em 2017 e que atrasou minha participação em minha primeira meia.

Que impacto a corrida tem em sua vida? 

Graças a corrida, eu evitei um possível enfarto. Devido ao estresse fui parar no CTI e como eu já estava realizando atividades físicas, pode ter me salvado do pior.

Consegue usar na vida profissional e pessoal o que a corrida nos ensina, como foco, disciplina, resiliência, solidariedade…

Uso a corrida como melhoria na saúde principalmente. Com isso melhora a vida pessoal e profissional e também é um modo de incentivo para as pessoas cuidarem mais de si. Cada corrida é um desafio que temos de superar, como é em nossa vida.

De que forma a assessoria te ajuda a manter a motivação lá em cima?

Muito incentivo nos treinos, explicações técnicas para melhorar o rendimento e sempre apoiar para jamais desistirmos.